menu

TEATRO INFANTIL

MARIO E NETA

De 4 a 26 de Março

Sab às 16h | Domingos   ás 11h

M/3

Sinopse:

“- O que será que acontece com os nossos bonecos quando não estamos ao pé deles?
– Hum… parece que se mexem, falam e andam como nós!
– Tens a certeza disso?
– Não! E tu tens a certeza do contrário?!

Mário e Neta  é um texto baseado na obra  Antes de Começar de Almada Negreiros, conta a história de dois bonecos marionetas que andam, falam e mexem como as pessoas. E o mais curioso é que nem o boneco sabe que a boneca se mexe… nem a boneca sabe que o boneco se mexe… nem as pessoas sabem que o boneco e a boneca se mexem e a própria boneca não tem a certeza que se mexe e o boneco mexe-se até mais não… E a única coisa que o Homem sabe, é que os bonecos também têm coração e que é o coração e não a cabeça que sabe sempre tudo.O boneco e a boneca acabam por descobrir que ambos falam e se mexem…. e para além de se mexerem e falarem e andarem e tudo e tudo e tudo, estes dois bonecos vêem o mundo das pessoas reais e por isso questionam-se muito sobre esse mundo.
Agora Silêncio Por favor! Que o nosso espetáculo…. Vai começar!”

Texto: Chirs Santos, adptação à obra “Antes de Começar de Almada Negreiros
Encenação: Liliana Duarte
Elenco: Chris Santos e Susana Rodrigues
Música Original: João Dacosta
Produção: Contra Tempo Produções


Poppins, um musical !

DATAS: Sábados 1,8,22 e29 Abril  |Domingos 2,9,23 e30 de Abril

Sab. às 16h | Domingos   ás 11h

M/6

SINOPSE​​

“Imaginem Londres em 1934, no número 17 da Ruela das Cerejeiras, encontramos uma família em reboliço. Katie, a ama de Jane, a filha mais velha, Michael o filho do meio e John  e Bárbara, os gémeos ainda bebés, foi-se embora sem ai nem ui, deixando toda a gente à nora. A senhora Brill, a cozinheira, estava sempre ocupada com a cozinha, a Ellen servia e arrumava e o Robertson Ay era o faz tudo, que fazia de tudo mas menos do que o seu patrão queria. Em suma, todos estavam demasiado ocupados para tratarem das crianças. O pai das crianças, o senhor Banks, passava o dia na City a fazer dinheiro e a mãe a senhora Banks sabia perfeitamente que nenhuma senhora de condição tratava dos seus próprio filhos. O senhor Banks dera-lhe a escolher entre ter uma casa bonita, limpa e confortável ou ter quatro filhos, pois não havia dinheiro para tudo. Ela escolhera os filhos, mas não ia agora passar o dia também a cuidar deles. Nem nunca lhe ocorrera ser ela a cozinhar, limpar e cuidar dos filhos, em vez de ter empregados para isso, e poupar assim dinheiro para restaurar a casa. Uma senhora de bem não fazia essas coisas. Era portanto urgente encontrar uma ama que aceitasse entrar de imediato ao serviço…

Foi então que o vento mudou e soprou muito frio, de leste.De encontro ao portão empurrou,Mary Poppins, o vento agreste.

Assim, as crianças a viram, passar pelo portão e voar.Logo, contra a porta a atiraram, as frias correntes de ar Mary Poppins, Mary Poppins a ama especial, educa as crianças de forma inconvencional…”

Autor: Tiago da Cruz
Encenação: Tiago da Cruz
Direção Artística: Liliana Duarte
Elenco: Ana Capote, Chris Santos, Liliana Duarte, Miguel Ferraria e Susana Rodrigues
Música Original: Pedro Antunes
Coreografia: Andreia Ventura
Produção Musical: Mário Lopes
Produção: Miguel Ferraria

/